sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

O QUE DEVO FAZER PARA HERDAR A VIDA ETERNA?


Texto base: “Eis que alguém se aproximou de Jesus e lhe perguntou: Mestre, que farei de bom para ter a vida eterna?” (Mateus 19.16).

Introdução

Ao tomarmos conhecimento da Palavra de Deus percebemos que, no seu conjunto geral, ela trata da redenção da humanidade. Esta, por sua vez, é concretizada através da morte de Jesus na cruz do calvário, trazendo a reconciliação do homem com Deus (2 Co 5.18-19) e, como recompensa, a vida eterna (Jo 3.16).

1. Que é a Vida Eterna?

Primeiro, é um lugar onde não haverá mais morte, nem tristeza, nem choro, nem dor (Ap 21.4). Todo nosso sofrimento de hoje não existirá mais, e será transformado em uma glória jamais comparada (Rm 8.18).

Segundo, é um lugar totalmente puro e santo, pois lá não haverá nada que nos contamine (Ap 21.8, 21.27 e 22.15). Estaremos num corpo glorificado (1 Co 15.42-43; 47-49) e para sempre livres do pecado e da presença dele.

“A Bíblia dedica mais espaço para convencer as pessoas de que a vida eterna está disponível como um dom gratuito de Deus do que para descrever como a eternidade. A maioria das breves descrições da eternidade poderia ser classificada como “indicações”, uma vez que são usados termos e ideias da experiência presente para descrever aquilo que jamais poderemos compreender totalmente até que ali cheguemos. As “indicações” contidas nestas referências são aspectos de nosso futuro, se de fato aceitamos o dom gratuito da vida eterna que nos é oferecido por Cristo” (Bíblia de Estudo Aplicação Pessoal)

2. O Que fazer para herdar a Vida Eterna?

Somente os salvos hão de herdar a vida eterna. E para sermos salvos precisamos confessar a Jesus como nosso único e suficiente salvador (Rm 10.9-10) e crer no nome do unigênito Filho de Deus (Jo 3.18).

Talvez o jovem rico de Mateus 19.16 pensasse que para herdar a vida eterna era necessário algum esforço humano. No entanto vários textos bíblicos refutam essa ideia. Paulo exorta em Efésios 2.9: “Pois vocês são salvos pela graça, por meio da fé, e isto não vem de vocês, é dom de Deus; não por obras, para que ninguém se glorie”. Romanos 3.24: “... sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus”.

Graça significa favor imerecido, por isso nada do que fizermos poderá pagar essa maravilhosa dádiva que o Senhor nos concede. Só precisamos crer, nada mais além disso! As demais coisas acontecerão como fruto da salvação.

Conclusão

A Bíblia diz “... que [Deus] deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade” (1 Tm 2.4). Que verdade? A de que Deus enviou Seu único Filho para morrer em nosso lugar, nos salvando do poder do pecado e da morte e, com isso, nos garantindo a vida eterna. E “esta é a vida eterna: que te conheçam, o único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste” (Jo 17.3). Amém!


Johnatas Silva

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

UM DIA PRA FICAR NA MEMÓRIA

Como já relatei em alguns escritos meus, na minha caminhada rumo ao Céu, já passei por muitos momentos. Uns bons outros não tão bons assim (Risos). Enfim, perdas aconteceram. No entanto é maravilhoso saber que servimos a um Deus misericordioso e compassivo, que sempre estar de braços abertos pra nos acolher!

Por que hoje é um dia que ficará pra sempre na memória? Porque hoje o Senhor me restitui o sonho de cuidar de vidas. É! Ele me confiou novamente este privilégio. Pra mim, hoje não é apenas mais uma Célula que estará sendo iniciada, é “o colocar” em prática um talento outrora enterrado.

Sinto-me feliz e muito grato ao meu Deus por mais esta oportunidade, pois só eu e Ele sabemos o quanto ansiei por este momento. Meu coração está trêmulo e ansioso também. Parece até que é a minha primeira (Risos). Mas é como se fosse, afinal de contas dois anos se passaram até este dia chegar.

Agradeço a Deus, acima de tudo. Minha esposa, que tem sido companheira fiel em oração, sempre me apoiando e me encorajando. Meus pastores Lázaro e Eneida Moura por confiar a mim esta responsabilidade. Minha líder de Rede Anaida. Meus amigos e irmãos que acreditam em mim. E meu parceiro de jornada Júnior Falcão.

Vocês fazem parte da minha vida!
Em Cristo,


Johnatas Silva

sábado, 5 de janeiro de 2013

JOGAR NA LOTERIA, BINGOS, OU JOGO DO BICHO É PECADO?

SILAS MALAFAIA


“Pr. Silas, jogar na loteria ou em bingos e cassinos é pecado, mesmo que seja só para diversão?”
Longe de ser uma brincadeira inocente, os jogos de azar — legalizados ou não — estão cada vez mais presentes no cotidiano das pessoas. Assim jogar em bingos, sejam eles beneficentes ou não, na loteria, no bicho tem se tornado uma prática comum nos últimos anos, a ponto de tornar-se um vício que domina aqueles que estão fascinados pela ideia de apostar pouco e ganhar muito.
Mas, é importante lembrar que isso é inviável, pois, segundo os matemáticos, a probabilidade é mínima de alguém acertar os números da loto.
Jogo de azar não é para quem segue Jesus. Quem joga quer algo fora da normalidade do trabalho e do verdadeiro cristianismo.
Mesmo jogando com moderação e somente de vez em quando, é um desperdício de dinheiro. Além de tudo isso, as chances de ganhar são mínimas. Na Megassena, por exemplo, o jogador precisa marcar seis números em 60. Segundo cálculos estatísticos, ele teria de jogar 36.045.979.200 vezes para ganhar a bolada.
Um dos principais agentes que conduzem ao vício do jogo é a crise financeira. Com o alto índice de desemprego no país e a dificuldade de viver com os baixos salários, pessoas apelam para os jogos na esperança de ganhar um dinheirinho extra. Muitos se iludem com as estratégias de marketing usadas principalmente pelos cassinos para atrair o jogador: “Arrisque todo dinheiro que puder!”.
As Sagradas Escrituras, porém, encorajam-nos a ficarmos longe das tentativas de enriquecimento fácil. Observe o alerta em Provérbios 13.11: A fazenda que procede da vaidade diminuirá, mas quem a ajunta pelo trabalho terá aumento. O texto de Hebreus 13.5 complementa: Sejam vossos costumes sem avareza, contentando-vos com o que tendes; porque ele disse: Não te deixarei, nem te desampararei.
Apesar das dificuldades financeiras enfrentadas no dia-a-dia, não podemos colocar nossa esperança no dinheiro. Deus é soberano e proverá as necessidades da Igreja por caminhos honestos.
É no Senhor que devemos depositar nossa confiança!
SUGESTÕES DE LEITURA:
Provérbios 16.33; 23.5; Eclesiastes 5.10; 1 Timóteo 6.10

COMO A MULHER CRISTÃ DEVE SE VESTIR?

SILAS MALAFAIA


Em 1 Timóteo 2.9,10 (NVI), Paulo declarou:
Quero que as mulheres se vistam modestamente, com decência e discrição, não se adornando com tranças e com ouro, nem com pérolas ou com roupas caras, mas com boas obras, como convém a mulheres que declaram adorar a Deus.

Pedro disse algo semelhante:
"A beleza de vocês não deve estar nos enfeites exteriores, como cabelos trançados e joias de ouro ou roupas finas. Ao contrário, esteja no ser interior, que não perece, beleza demonstrada num espírito dócil e tranquilo, o que é de grande valor para Deus."
1 Pedro 3.3,4 (NVI).
Os apóstolos Paulo e Pedro não afirmaram que é pecado vestir-se bem e usar joias. Eles apenas enfatizaram que a verdadeira beleza da mulher cristã é a interior. O cerne do que Paulo e Pedro ensinaram é: as mulheres cristãs devem vestir-se com modéstia, moderação, decência, sobriedade, ou seja, com trajes decentes e honrados, evitando modismos indecentes que as desqualifiquem como servas de Deus. Elas devem evitar a ostentação, o exagero, a falta de compostura e a sensualidade. Esse é um princípio que transcende as culturas e o tempo, portanto permanece até os nossos dias.
O modo de vestir-se tem a ver com questões socioculturais, mas não é uma condição para a salvação. Logo, não pode ser considerada doutrina bíblica. Costumes não são doutrinas.
As mulher e os homem para os quais Moisés ensinou as regras na Torá vestiam-se com roupões, túnicas longas. O homem não usava terno, e a mulher não tinha vestidos como os que conhecemos hoje. A diferença da roupa do homem para a da mulher muitas vezes era apenas uma questão de tamanho, cor e ornamentos. (Atente para as vestimentas usadas no Oriente Médio ainda hoje.) Logo, hoje em dia, não são as calças compridas que caracterizam as vestes masculinas. Existem calças para homens, e calças bem femininas, para as mulheres.
Além disso, é provável que, sabendo que o Senhor preza as diferenças entre o feminino e o masculino e o relacionamento heterossexual, mas que certas religiões pagãs antigas apregoavam o uso de roupas “unissex” e o homossexualismo, Moisés, orientado por Deus, para combater tal influência cultural pecaminosa, tenha ordenado:
Não haverá trajo de homem na mulher, e não vestirá o homem veste de mulher; porque qualquer que faz isto abominação é ao SENHOR, teu Deus.
Deuteronômio 22.5
Contudo, ainda na atualidade, há líderes religiosos que, desconsiderando as questões culturais nos textos do Antigo e do Novo Testamento, proíbem às mulheres o uso de brincos, de maquiagem, da calças compridas.
Não estou condenando os pastores que são mais rígidos quanto aos costumes, apenas esclarecendo as diferentes interpretações de textos considerados básicos para a permissão ou a proibição de calças compridas, brincos e maquiagem.
Às cristãs que congregam em igrejas mais tradicionais, recomendo que, mesmo tendo esse entendimento, abram mão das calças compridas, do brinco, da maquiagem, se isso ameaçar a comunhão que têm com seus líderes espirituais e irmãos em Cristo e para não provocar escândalos à fé de alguém.
Se não estiverem dispostas a obedecer ao seu pastor por amor à Palavra e à sua igreja (Hebreus 13.17), devem mudar com a sua família para uma denominação que não imponha certos costumes como doutrina.
SUGESTÃO DE LEITURA:
Livro Porque não sou legalista, de Silas Malafaia

POR QUE A RELAÇÃO SEXUAL ANTES DO CASAMENTO É CONSIDERADA PECAMINOSA?


SILAS MALAFAIA
Na relação íntima de um casal unido pelos laços matrimoniais, há o que podemos chamar de “inocência erótica”; não existe culpa nem vergonha entre os cônjuges. Mas o mesmo não acontece nas relações reprovadas por Deus. A fornicação é uma delas.
Todas e quaisquer práticas sexuais, inclusive a troca de carícias íntimas, entre pessoas que não são casadas constituem-se fornicação, que é uma transgressão ao padrão estabelecido por Deus.
O sexo antes do casamento é pecado e tem resultados nefastos. Além de gerar sentimentos de culpa, medo, revolta, tédio, faz com que adolescentes e jovens se tornem pais precocemente, sem a devida maturidade para assumir as responsabilidades da paternidade; gera casamentos para salvaguardar a reputação dos pais e dos namorados ante a sociedade, contribui para a propagação de doenças sexualmente transmissíveis, como a AIDS.
Além disso, todos os fornicários cometem prostituição, e não herdarão o Reino de Deus. Sabe o que é dito em Apocalipse 21.8?
Mas, quanto aos tímidos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos fornicadores, e aos feiticeiros, e aos idólatras e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago que arde com fogo e enxofre, o que é a segunda morte.
Portanto, se você é solteiro, ore e peça a Deus que lhe dê um companheiro a quem você ame e seja fiel, para que cumpra o modelo divino para a sexualidade. Deus está interessado na sua completude como ser humano, mas aprenda a esperar o momento e a pessoa certa para se casar, pois precipitação resulta em casamentos infelizes.
Enquanto você é solteiro e não tem as responsabilidades conjugais, dedique-se ao Senhor. Santifique-se tanto no corpo como no espírito, para não ficar vulnerável às investidas de Satanás e aos desejos da carne; para que os seus impulsos sexuais sejam mantidos sob o total domínio do Espírito Santo. Só assim, você terá uma sexualidade e um estilo de vida dentro da vontade do Senhor.
Se você é viúvo ou divorciado, ore, espere com fé e confie no Senhor. Se antes de converter-se ao evangelho você tinha uma vida sexual ativa sem ser casado, peça a Deus que lhe dê um cônjuge e seja fiel a ele. Assim, a sua vida conjugal dará bom exemplo para esta sociedade permissiva.

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

NÃO CONFIE NA SUA PRÓPRIA FORÇA

Sei que somente através de uma genuína e verdadeira fé poderemos agradar a Deus. Isso é extremamente necessário, pois está escrito que aquele que se aproxima de Deus deve crer que Ele existe e que é galardoador dos que O buscam.

São tantas as vezes que depositamos nossa confiança em coisas tolas e vãs. Sempre temos a inclinaçao natural de pôr em nossos esforços próprios toda a nossa esperança. Mas isso está errado! Não podemos fazer de nosso braço a nossa força.

Pobre do homem que pensa que pode alguma coisa de si mesmo. Que se acha autosuficiente. Que pensa não precisar de ninguém.
Tudo que precisamos fazer é colocar nossa esperança em Deus.

Despositar nEle toda a nossa confiança. Não depender de nós mesmos, mas única e exclusivamente dEle. O Senhor deve ser nossa força, nossa esperança, nossa torre forte, nossa fortaleza, nosso escudo, nosso refúgio.


Johnatas Silva

Herança Portuguesa (Arquitetura)

O vídeo abaixo é fruto de um trabalho de um grupo de universitários da Universidade do Estado do Amazonas, o qual trata de algumas edificaç...