sexta-feira, 1 de fevereiro de 2013

O SIGNIFICADO DA FELICIDADE


MARCOS TULLER

Texto Bíblico: Mateus 5.3-10

No Sermão do Monte, Jesus explicou quem são as pessoas realmente felizes, através das conhecidas bem-aventuranças.

O que significa ser “bem-aventurado”?

Você deve ter lido em sua Bíblia: “bem-aventurados..., bem-aventurados...”. Essa antiga expressão grega significa “felicidade”. Isto quer dizer que bem-aventurado é aquele quem tem “grande felicidade”, que é “perfeitamente feliz”, que está livre de sofrimentos e preocupações.

O conceito de felicidade cristã vai além. Pois o crente, fiel a Jesus, pode ser feliz mesmo sofrendo privações e até perseguições. Você já teve essa experiência ou conhece alguém assim?

Felizes os pobres de espírito

Jesus queria dizer que a felicidade está na humildade e na total dependência de Deus. Aqui não se pode confundir com aqueles que são fracos de espírito.
O pobre de espírito não é alguém que não tem personalidade. É alguém que se assemelha ao rei Davi que disse: “Eu, um pobre sofredor, gritei; o Senhor me ouviu e me livrou das minhas aflições (Sl 34.6). Os que se consideram pobres dessa forma, são riquíssimos espiritualmente!

Felizes os que choram

Você já reparou que as pessoas do mundo estão dispostas a gastarem uma pequena fortuna para rirem? Pode parecer estranho, mas, para o Mestre dos mestres, a felicidade não consiste em rir, mas em chorar. Como podemos entender isso? Jesus disse que devemos chorar por causa dos nossos pecados, e dos outros. Não somente chorar, mas, também nos arrepender.

Um dia, seremos consolados pelo Senhor. Ele enxugará de nossos olhos todas as lágrimas (Ap 7.17).

Felizes os mansos

Muitos pensam, equivocamente, que ser manso é ser frouxo, fraco, e até covarde. Contrariando esse conceito, Jesus nos ensina que ser manso e ser forte. O verdadeiro manso é capaz de enfrentar com equilíbrio e serenidade todo o tipo de afronta, injúrias e calúnias de qualquer pessoa que tentasse atacar sua fé em Deus.

Felizes os famintos e sedentos de justiça

Quantas vezes você se sentiu prejudicado ou injustiçado por alguém? Quando isso acontece, pensamos logo em vingança. Mas não foi isso que Jesus ensinou. Não podemos fazer justiça com as próprias mãos. A Bíblia diz que a vingança pertence a Deus (Rm 12.19). O que podemos fazer, e disso depende a nossa felicidade, é desejarmos a justiça de Deus. Todos os que fazem a vontade de Deus serão fartos de justiça.

Felizes os misericordiosos

É ter “compaixão pelas misérias dos outros”. Ou seja, quem é misericordioso se coloca no lugar do outro, para sentir suas angústias, tristezas e dores. Quem age assim, tem de Deus a promessa de que alcançará misericórdia. Ao contrário, o juízo será severo contra quem não usa de misericórdia (Tg 3.13).

Felizes os limpos de coração

Ter o coração limpo fala de limpeza interior. Cada qual deve analisar seu coração e submetê-lo à criteriosa avaliação da Palavra de Deus. Em Salmos 24.24, o limpo de coração é aquele “que não entrega a sua alma à vaidade, nem jura enganosamente”. Esses têm a promessa de que verão a Deus.

Felizes os pacificadores

Estes são os que promovem a paz, ou seja, o pacificador é alguém que, antes de tudo, tem paz em si mesmo. Você seria capaz de dar de comer e de beber ao seu inimigo? (Rm 12.20). Esses serão chamados filhos de Deus.

Felizes os perseguidos

Como pode ser muito feliz uma pessoa perseguida? E ainda mais, perseguida “por causa da justiça”. Os crentes do início da igreja entenderam perfeitamente a mensagem de Jesus. Tanto que muitos foram crucificados, entregue às feras, queimados vivos; amarrados aos postes, para servirem de “lâmpadas” no palácio de Nero. Muitos crentes ainda hoje são perseguidos por causa do evangelho. A esses o Senhor promete que “deles é o Reino dos céus”.

Felizes os injuriados

Esses injuriados são os perseguidos por algum tipo de agressão verbal, acusados injustamente pelo fato de serem servos do reino de Deus. Há quem sofra injúria e perseguição por ser crente no trabalho, nas universidades, nas escolas e, infelizmente, até algumas igrejas, por não compartilharem das injustiças que se perpetram contra a igreja do Senhor. Mas aos que permanecem fieis ao Rei Jesus, é prometido que é grande o seu galardão nos céus.

Para os vencedores

As bem-aventuranças, proclamadas por Jesus, se constituem uma das mais belas páginas das Escrituras Sagradas. Nelas, vemos um elevadíssimo padrão ético-espiritual, que, em conjunto como os demais ensinos do Sermão da Montanha, ainda não foi alcançado por muitos que se dizem cristãos, em todo o mundo. É fácil buscar felicidade nas coisas materiais. Difícil é ser feliz por ser humilde, por chorar, ser manso, sedento de justiça, misericordioso, limpo de coração, pacificador, perseguido e injuriado. Mas para cada um desses, há promessas gloriosas, que só os vencedores alcançarão.


Fonte: Lições Bíblicas Juvenis, CPAD 

Viagens & Memórias Literárias

VIAGENS LITERÁRIAS Johnatas Silva Apresentação Aqui estão alguns registros feitos no decorrer das aulas de Literatura Infantojuveni...