Quero Aprender a Escrever Crônicas

Ontem consegui estar presente na aula de morfologia da língua portuguesa. Essa matéria começou segunda, mas não pude comparecer num primeiro momento. Já estou no quarto período do Curso de Licenciatura em Letras Língua Portuguesa e muitas experiências boas me foram proporcionadas. Nesse percurso, me deparei com os mais variados autores, estilos, gêneros (textuais e literários), épocas etc.

Dentre essa variedade, o gênero textual que mais me chamou atenção (até agora) foi a crônica. Não sei se por se tratar de um texto simples, prático, de linguagem clara e objetiva, ou simplesmente por relatar o cotidiano, a crônica sempre me causa fascínio. Adoro ler os textos de Rubem Braga, Nelson Rodrigues e outros. Gosto também das crônicas esportivas atuais.

Pretendo, humildemente, começar a escrever crônicas, principalmente sobre acontecimentos do meu cotidiano, da cidade onde moro, das minhas relações sociais. Para tanto, porém, vou precisar me esforçar um pouco mais no diz respeito ao uso da língua de acordo com a gramática normativa. Quero que meus textos sejam claros, concisos e objetivos.

Preciso colaborar para deixar um algum legado escrito, ainda que mínimo, sobre minha cidade. Pouco ainda se escreve sobre Manacapuru – pelo menos até onde tenho conhecimento. Com isso não pretendo ser um “artista” das letras (risos), só quero fazer o que gosto e quem sabe contribuir de alguma forma.


Johnatas Silva
15/06/2017

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Breve Análise do Conto MAIBI de Alberto Rangel

O QUE DEVO FAZER PARA HERDAR A VIDA ETERNA?

Resumo da UNIDADE A do livro Fonética e Fonologia do Português Brasileiro